Em 2014 mais de 1 milhão de pessoas entraram na internet para renegociar as dívidas e tentar deixar o seu nome limpo na praça.  A maioria dessas pessoas da estatística se concentra em São Paulo depois Rio